01/04/13

Você já pensou em listar seus defeitos? E sua qualidades?
Por que será que é tão difícil para nós falar sobre isso? É algo tão simples que percebemos no dia-a-dia, mas que na hora de comentar nos sentimos constrangidos e até travamos.
Eu acredito que o motivo para não falarmos de nossas próprias qualidades é o modo de não ser compreendido, porque nem sempre sabemos realmente qual a imagem que passamos.
Eu posso achar quem sou simpática e querida, e uma pessoa com quem eu convivo pensar totalmente diferente. Daí se me vê dizendo que sou simpática vai ficar com um mal conceito de mim.

Já ao falar dos defeitos, parece que nos sentimos obrigados a fazer uma auto-diminuição, falar sobre defeitos que às vezes nem são tão visíveis, apenas para fazer a outra pessoa mais feliz. Só que isso acaba fazendo mal para nossa auto–estima.
É extremamente importante aprendermos a falar sobre esse e outros assuntos difíceis que nos causam desconforto ou até constrangimento. Porque é exatamente esse tipo de pergunta que ouvimos em entrevistas de emprego, com essa intenção de nos colocar em situações delicadas, para ver como nos saímos nesses momentos.
Mas analisar esse tipo coisa também nos ajuda a mudar coisas simples, que mudam o modo que as pessoas nos vêem. Daí você me diz, “não ligo para o que pensam de mim”... realmente não devemos nos deixar influenciar pelo modo de pensar das outras pessoas, mas sempre podemos melhorar alguma coisa em nosso comportamento! Pense e esteja sempre aberto a novas ideias.

Matéria editada por Miriam Vasconcellos
Por: Plantão Dr. Décio 16:56 Comentarios | As ,

0 comentários:

Postar um comentário