25/03/13


Na língua portuguesa, existem quatro tipos de “porquês”. Eles são utilizados em ocasiões diferentes. Veja a diferença entre eles:
Por que (separado sem acento)
Usa-se esta forma para iniciar perguntas:
- Por que fizeste isso?

Podemos trocar o “por que” por “pelo qual motivo”, sem alterar o sentido:
- Pelo qual motivo fizeste isso?

Porque (junto sem acento)
Utilizamos esse formato para responder perguntas, exemplo:
- Fiz isso porque era necessário

É possível trocar o “porque” por “pois”, sem alterar o sentido:
- Fiz isso pois era necessário


Por quê (separado com acento)
Utiliza-se o “por quê” em final de frases interrogativas:
- Sabemos que você não compareceu à reunião, por quê?


Porquê (junto com acento)
Essa forma é utilizada quando o “porquê” tem função de 
substantivo, normalmente vem acompanhado de artigo, adjetivo ou numeral, ex:
- Se ele fez isso, teve um porquê (motivo)
- Diga-me o porquê dessa atitude! 

Dica da professor Ionara.
Fonte: InfoEscola


Por: Plantão Dr. Décio 23:13 Comentarios | As

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisa no Blog